Blog

Foto Rômulo Brasil

A Chegada: minhas impressões

• Publicado em: November 25, 2016

Deixa eu ver se eu consigo ser claro sobre o filme Arrival (A Chegada), ele é o melhor lançamento dessa semana, da semana passada, da semana retrasada, do último mês, do último bimestre, do último trimestre, do último semestre, ou melhor, do ano de 2016 até o presente momento. Não sei se vai ser o melhor do ano, pois ainda tem alguns filmes que promete ser muito bons a serem lançados. Denis Villeneuve é um diretor incrível, sabe filmar uma tensão como ninguém, o roteiro é redondo, sendo um adaptação do conto “História da sua Vida” de Ted Chiang, que é praticamente é um roteiro para um filme, mas fizeram algumas adaptações que foram super bem colocadas e exploradas, mas é óbvio se você comparar a fundo o conto com adaptação do roteiro tem alguns pontos que no conto é bem melhor como a relação entre a Dra. Louise e os Heptapods, a construção do relacionamento entre ela e o Ian Donnelly, as discussões sobre as teorias linguísticas e ciências dos heptapods que no filme foi meio que corrido essa parte, o Donnelly é mais ativo no conto em sua área e falando na Dra. Louise, quando uma atriz que entende o personagem profundamente, entrega um interpretação fantástica como foi feito pela Amy Adams.

Outros dois pontos que eu adorei, bom, basicamente adoro em todos os filmes do Villeneuve em qual já assisti, foram a fotografia e a trilha sonora, vamos ver se Jóhann Jóhannsson, que assina a composição da trilha, será reconhecido novamente pela academia e lhe renderá a terceira indicação consecutiva.

Como o próprio Ted Chieng falou em uma entrevista: “Considerando adaptações anteriores de textos de ficção científica, o filme é praticamente um milagre.”

E finalizando, a humanidade precisa jogar mais o jogo de soma de não zero.

Romae